2leep.com

Faça sua busca no blog

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

100 ANOS DO PROGRESSO PESSOAL...

  Honrar Nossa Feminilidade: Reconhecimento das Moças ao longo dos Anos...


Com a publicação do manual das Abelhinhas de 1915, a Igreja estabeleceu seu primeiro programa de reconhecimento para as moças. Os programas de realizações da organização das Moças, antigos e atuais, ajudam as moças a escolher “metas que vão ajudá-[las] a cultivar virtudes femininas, fortalecer seu testemunho e atingir o seu potencial divino”. (Ver Progresso Pessoal, p. 1.)

Os requisitos de 1915 incluíam:
  • Cuide de uma colmeia durante um certo período de tempo e aprenda sobre os hábitos das abelhas.
  • Percorrer 40 quilômetros de botas de neve em seis dias de qualquer período.
  • Durante duas semanas, mantenha a casa sem moscas ou mate pelo menos 25 moscas diariamente.
  • Sem ajuda ou orientação de ninguém, cuide e arreie uma parelha pelo menos cinco vezes [e] dirija 80 quilômetros durante uma estação.
  • Arranque artemísia de um quinto de hectare.
Além disso, toda jovem tinha que decorar o “Espírito da Colmeia”, que era o lema das Abelhinhas: “Por minha honra, todos os dias terei fé, buscarei conhecimento, cuidarei de minha saúde, honrarei minhas qualidades femininas, perceberei a beleza, saberei trabalhar, amarei a verdade, experimentarei a grata alegria de servir e serei feliz”.
As antigas Abelhinhas podiam usar uniformes com as cores da Colmeia, de azul, ouro e marrom. Os emblemas de realizações eram costurados na manga do uniforme.

Da década de 1940 à década de 1960, as Abelhinhas ganhavam emblemas para costurar em uma bandana das Abelhinhas. Alguns desses requisitos incluíam:
  • Esforce-se para conseguir seu sono de beleza de nove horas toda noite, durante este mês. Torne isso um hábito.
  • Aumente sua autoestima, procurando uma boa postura (ao sentar-se, levantar-se e andar).
  • A gentileza em tudo é a característica de uma dama. Pratique ser atenciosa e bem educada no lar. Aprenda a aceitar orientações de maneira graciosa.
  • Torne a hora do jantar agradável, ajudando todos os membros da família a terem boas maneiras à mesa.
  • Encontre algo belo todos os dias durante dois meses.

Em 1985, foi apresentado um novo Progresso Pessoal. Alguns requisitos para ganhar um medalhão das jovens eram:
  • Escolha uma amiga para ser sua companheira e leia com ela dois folhetos missionários. Ensine a outra amiga ou parente o que aprendeu.
  • Escreva uma carta de agradecimento a seus pais.
  • Escreva um código pessoal de honestidade, inclusive cinco maneiras pelas quais você vai viver uma vida honesta.
  • Participe de uma atividade de aptidão física pelo menos 30 minutos por dia, cinco dias por semana, durante três semanas.

Em 2009, o valor virtude foi acrescentado ao Progresso Pessoal. Os requisitos incluem:
  • Estudar a importância da castidade e pureza. Escrever as bênçãos de serem sexualmente puras e recatadas.
  • Preparar-se para ser digna de entrar no templo e de participar de suas ordenanças. Definir o que você pode fazer diariamente para permanecer pura e digna e escreva seus planos em seu diário.
  • Ler todo o Livro de Mórmon. Registrar seus pensamentos em seu diário

Para refletir... 

 “Em 1916, os percalços da vida eram bem diferentes dos atuais e consistiam em dificuldades como matar moscas, arrancar mato e aprender a encangalhar cavalos. Hoje é muito mais fácil lidar com problemas dessa natureza: (…) Os confortos da vida moderna proporcionam-nos mais tempo livre para voltarmos a atenção para as necessidades espirituais e dedicarmo-nos mais ao serviço ao próximo. No entanto, algo básico que jamais deve perder espaço na vida das joverns dignas é o serviço aos outros. Ao desempenharem esse papel divino de prestar auxílio é que as nobres mulheres chegam à “mais elevada posição de honra na vida humana”. O serviço ao próximo pode começar em quase qualquer idade. Em geral, o mais significativo é o prestado de uma pessoa para outra. Não necessariamente o executado em grande escala. Sua nobreza é ainda maior dentro do círculo familiar”.
(Presidente James E. Faust, “Ser Mulher: A Mais Elevada Posição de Honra”, A Liahona, maio de 2000).

Nenhum comentário: