2leep.com

Faça sua busca no blog

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PROFESSORAS VISITANTES...INSTRUMENTOS DE AMOR!


Royalty-Free (RF) Clipart Illustration of Hearts Floating Around A Cute Sheep Hugging A Heart

A nossa estaca no momento, está dando ênfase ao trabalho de professoras visitantes,devido ao número pequeno de visitas.
Colocamos no projeto mulheres em ação parte II, uma meta para que cada ala ministre uma aula no 1º domingo do sobre o programa, com sugestão do titulo: "Professoras visitantes...um instrumento de amor"
Pedimos que a presidência retrate tante o lado de quem faz a visita, como de quem a recebe.
Por que infelizmente nem todas estão servindo como professoras visitantes.
Então chegamos a conclusão que, precisamos despertar as mulheres que recebem as visitas,para também se preparem para o momento.
Quem desejar aproveitar a idéia...é só acompanhar abaixo:

"MATERIAL PARA AULA"

1. Cartazes com o título e subtítulos da aula
2. O vídeo " Há um chamado"
3. Gravuras do Salvador servindo
4. História

AULA:

"INSTRUMENTOS DE AMOR"

1. Inicie com contando uma história ( A história está no final da postagem)

Pergunte: " De que maneira as professoras visitantes demonstram amor ao próximo?

Pergunte: "Quem pode definir o programa de professoras visitantes" ?

Depois de ouvir as perguntas...explique que:

O programa de professoras visitantes começou em 1843 quando a sociedade de socorro formalizou seus esforços para cuidar das irmãs e estabeleceu um comitê de 16 mulheres para procurar os pobres e sofredores,pedir ajuda aos ricos e tanto quanto possível atender ás necessidades de todos.
Explique que o programa mudou um pouco desde aqueles primeiros dias,mas o seu propósito ainda é prestar serviço de solidariedade e descobrir as necessidades espirituais,temporais e emocionais das outras pessoas. Quando as professoras visitantes fazem estas coisas,elas representam o bispo,cuidando carinhosamente das irmãs da ala. Ele não pode visitar todas as irmãs,mas com ajuda das professoras visitantes,pode tomar conhecimento da situação e das necessidades de seu rebanho.

"ENTENDENDO A IMPORTÂNCIA DO CHAMADO"
Royalty Free RF Clipart Illustration Of A Wooly Sheep Jumping Over A Hurdle by Qiun
A afirmação do presidente EZRA TAFT BENSON a respeito dos mestres familiares se aplica igualmente ás professoras visitantes. Ele disse que é um programa que toca corações,modifica vidas e salva almas; um programa que tem a aprovação de nosso Pai Celeste,um programa tão vital que se fielmente cumprido,ajudará a renovar a igreja espiritualmente e exaltar individualmente seus membros e familia. Ele declarou que um chamado para servir como mestre familiar e professora visitante, "deve ser aceito como se fosse o próprio Jesus cristo quem o faz".
O trabalho de professoras visitantes é uma responsabilidade e um privilegio sagrado. Por meio dele cumprimos o mandamento divino de amor ao proximo.

Pedir alguém para lêr: João 15:12
DEC: 81:5

QUANDO UMA PROFESSORA VISITANTE MAGNIFICA
SEU CHAMADO?
Royalty Free RF Clipart Illustration Of Hearts Floating Around A Cute Sheep Hugging A Heart by Pushkin
1. Conhecendo quem visita: Conhecer aquelas que ensinamos é algo importante para podermos ama-las e abençoá-las. Como o presidente Benson explicou: "Não é possível servir bem as pessoas que não conhecemos". A medida em que chegamos a conhecer outras pessoas,tornamo-nos seus amigos. E um amigo vai além de uma visita obrigatória por mês. "Um amigo se preocupa mais em ajudar do que receber crédito estatístico. Um amigo se importa,um amigo ama,um amigo escuta,estende a mão"

2. Buscando orientação especial: Mesmo quando conhecemos outras pessoas suficientemente bem para ama-las,nem sempre sabemos qual a melhor maneira de servi-las. No entanto, o Senhor sabe, e podemos ser instrumentos em suas mãos se buscarmos a sua orientação. A oração pode abrir portas fechadas,pode abrandar corações(Até o nosso,se necessário),pode trazer respostas,pode edificar o amor e pode nos encher do Espírito . Que melhor maneira de nos prepararmos para visitarmos uma irmã do através da oração?

3.Ensinando o Evangelho: O trabalho de professora visitantes é vital para atingirmos nossas irmãs menos ativas e cuidar delas. Nossa responsabilidade de ensinar é especialmente importante porque podemos ser o único contato que elas têm com a igreja.Quando aplicamos esses princípios ao nosso trabalho de professoras visitantes,o senhor nos dá poder e inspiração para abençoarmos a vida das irmãs que estão sob nossos cuidados.


"AS IRMÃS PODEM RECEBER BEM SUAS PROFESSORAS VISITANTES"
Royalty Free RF Clipart Illustration Of A Cute Sheep Holding Tulips And Surrounded By Butterflies by Pushkin
Por serem designações das professoras visitantes importantes e sagradas,precisamos esforçar-nos para receber nossas professoras visitantes amávelmente. Podemos fazer muito para tornar nossas visitas e contatos com elas agradáveis e significativos.

De que maneira? ( Você pode fazer esta pergunta)

1. Lembrarmos da hora da visita

2. Eliminar (na medida do possível) tudo que possa perturbar essas visitas. (Ex: desligar a televisão)

3. Participar dos debates e expressar nossos sentimentos a respeito dos princípios que ensinam.

4. Podemos expressar-lhes apreço

5. Quando fazemos nossa parte,aceitando e recebendo nossas professoras visitantes com entusiasmo,encontramos grande satisfação na amizade delas e no espiríto que trazem à nossa vida.

6. Podemos participar dos debates.

Encerre com a apresentação deste vídeo...


Preste seu testemunho desta obra e deste programa.

Obs: Esta aula é apenas uma sugestão, cada uma de vocês pode e deve molda-la de acordo com a necessidade e realidade da unidade.
Se for aplicada no 1º domingo do mês , você pode compartilhar esta aula em uma reunião adicional especialmente para as irmãs que servem em outras organizações e estaca. E também para as irmãs que faltaram.
Tudo foi baseado no manual" Lembrai-vos de mim" na página 169.

HISTÓRIA PARA CONTAR NA AULA:

" AMOR AO PRÓXIMO"
Royalty Free RF Clipart Illustration Of A Sheep Groom Transporting His Bride In A Carriage by bnpdesignstudio
Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital.Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos seus pulmões.
A sua cama estava junto da única janela do quarto.
O outro homem tinha de ficar sempre deitado de costas.
Os homens conversavam horas a fio. Falavam das suas mulheres, famílias, das suas casas, dos seus empregos, dos seus aero-modelos, onde tinham passado as férias.
E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto todas as coisas que conseguia ver do lado de fora da janela.
O homem da cama do lado começou a viver à espera desses períodos de uma hora, em que o seu mundo era alargado e animado por toda a atividade e cor do mundo do lado de fora da janela.
A janela dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as flores de todas as cores do arco-íris.
Árvores velhas e enormes acariciavam a paisagem e uma tênue vista da silhueta da cidade podia ser vislumbrada no horizonte.
Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia isto tudo com extraordinário pormenor, o homem no outro lado do quarto fechava os seus olhos e imaginava as pitorescas cenas.
Um dia, o homem perto da janela descreveu um desfile que ia a passar:
Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, conseguia vê-la e ouvi-la na sua mente, enquanto o outro senhor a retratava através de palavras bastante descritivas.
Dias e semanas passaram. Uma manhã , a enfermeira chegou ao quarto trazendo água para os seus banhos, e encontrou o corpo sem vida, o homem perto da janela, que tinha falecido calmamente enquanto dormia.
Ela ficou muito triste e chamou os funcionários do hospital para que levassem o corpo.
Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser colocado na cama perto da janela. A enfermeira disse logo que sim e fez a troca.
Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto.
Lentamente, e cheio de dores, o homem ergueu-se, apoiado no cotovelo, para contemplar o mundo lá fora. Fez um grande esforço e lentamente olhou para o lado de fora da janela que dava, afinal, para uma parede de tijolo!
O homem perguntou à enfermeira o que teria feito com que o seu falecido companheiro de quarto lhe tivesse descrito coisas tão maravilhosas do lado de fora da janela.
A enfermeira respondeu que o homem era cego e nem sequer conseguia ver a parede. Talvez quisesse apenas dar-lhe coragem…
Moral da História: Há uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos nossos próprios problemas.A dor partilhada é metade da tristeza, mas a felicidade, quando partilhada, é dobrada.

Beijinhos no coração!

Kakau

4 comentários:

Giselle Mendonça disse...

Perfeito esse material, adorei!
bjs

FELICIDADE É SER SUD disse...

Adorei!Criatividade e Inspiração, nota millllllllllll
bjks

kakau cavalcanti disse...

Gi e Dade...
Obrigada pelo comentário,pela amizade e apoio.
Beijinhos mil!
Kakau

nazareth disse...

Oi amei seu blog é muito bonito e bem organizado parabens e a proveitando gostaria de lhe pedir ajuda na minha próxima aula que é sobre o milênio e não sei como fazer ou como começar,obd por nos proporcionar seu carinho bjus.♥